Categories
Artes

Últimas inscrições: Masterclass por RUI CATARINO «Porque é que as Artes nunca têm dinheiro?»

As vagas para esta Masterclass estão prestes a esgotar. Não perca a oportunidade e inscreva-se já.

Porque é que os agentes culturais de áreas não comerciais se defrontam com tantas dificuldades para garantir o financiamento necessário para desenvolver o seu trabalho? O que fazer para contornar o problema.

Masterclass Porque é que as Artes nunca têm dinheiro?
© Suad Kamardeen

O especialista

Rui Catarino trabalha na Cultura desde que trabalha. Desde 2016 que integra o Conselho de Administração do Teatro Nacional D. Maria II, tendo previamente desempenhado funções de gestão em outras instituições culturais: Egeac, Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura, Fundação de Serralves, Opart (Teatro Nacional de São Carlos e Companhia Nacional de Bailado), Teatro Municipal São Luiz e Teatro Aberto. Passou pela política cultural em funções de assessoria nos gabinetes do Secretário de Estado da Cultura e da Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa e gosta muito de dar aulas de Gestão Cultural na Escola Superior de Teatro e Cinema. É licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão, pós-graduado em Gestão Cultural nas Cidades pelo ISCTE e Fellow Alumn do DeVos Institute of Arts Management at the Kennedy Center, em Washington D.C.

Programa

  1. Prólogo – O Problema
  2. A Economia da Cultura
  3. A Gestão Cultural
  4. A Política Cultural
  5. Epílogo – A Solução
  6. FAQ & Q&A

Método de ensino

Online (Plataforma Zoom).

Quando

Datas: 2 de novembro (segunda-feira).

Horários: 18.00 às 20.00.

Duração total: 2 horas.

Preço

Standard, para inscrições depois de 31 de agosto (Masterclass 2h): 20 €

Premium (Masterclass de 2h + Livro Língua Mátria*): 30 €

*Portes gratuitos para Portugal Continental. Fora de Portugal: a definir consoante o destino.

Promoções em vigor válidas apenas para a modalidade «Standard».

Inscrições

As vagas para esta Masterclass estão prestes a esgotar. Não perca a oportunidade e inscreva-se já.

O livro Língua Mátria

Língua Mátria

Língua Mátria junta mais de uma dezena de contos inéditos de autores de todos os países lusófonos, um volume que reúne algumas das melhores vozes da literatura em português.

Mia Couto (Moçambique), João Tordo (Portugal), Milton Hatoum (Brasil), Teolinda Gersão (Portugal), David Capelenguela (Angola), Luís Cardoso (Timor-Leste), Luís Carlos Patraquim (Moçambique), Ngonguita Diogo (Moçambique), Olinda Beja (São Tomé e Príncipe), Patrícia Reis (Portugal), Vera Duarte (Cabo Verde), Waldir Araújo (Guiné-Bissau).