Categorias
Escrita Esgotado

Oficina por RICARDO DIAS FELNER «Escrita Gastronómica»

O Workshop está esgotado. Subscreva a nossa newsletter para estar a par de todas as novidades.

Saiba como criar um blogue de sucesso, fazer crítica de restaurantes e escrever para as redes sociais. Ganhe inspiração para finalmente publicar aquele livro de memórias com receitas da sua avó, da sua terra, da sua vida. Ou conheça a forma mais eficaz de conseguir ter um artigo seu numa revista. Se é produtor, chef ou empresário da restauração, esta também é uma oportunidade para aprender a escrever sobre o seu negócio e a sua arte.

Workshop Escrita Gastronómica
© Lee Myungseong – Unsplash | © DR

O especialista

Ricardo Dias Felner, 44 anos, jornalista, escritor e crítico gastronómico. Foi director das revistas Time Out Lisboa e Time Out Porto, mas começou como jornalista no diário Público, em 1998, onde trabalhou durante onze anos. Foi lá que, nos intervalos das investigações sobre política e justiça, iniciou-se na escrita gastronómica pela mão do crítico de restaurantes David Lopes Ramos. Actualmente colabora com vários órgãos de comunicação social, como o Expresso, a Sábado e o Público.

Publicou este ano o livro O Homem Que Comia Tudo (Quetzal), que tem o mesmo nome do blogue que iniciou em 2013.

Na escrita de ficção publicou na primeira revista Granta (Mar Negro, Tinta da China); e escreveu um romance, intitulado Herói no Vermelho (Quetzal).

Descritivo

Iremos praticar a escrita gastronómica em vários formatos, usando técnicas do jornalismo e da literatura. No final, deveremos conseguir usar todos os sentidos para descrever o que comemos e sermos capazes de publicar uma crónica que se distinga no vasto mundo das redes sociais.

Programa

A importância de ler os grandes escritores gastronómicos, dos romanos aos críticos mais importantes da atualidade. Como arrancar um texto gastronómico: o lead, os encadeamentos e o desfecho. O vocabulário da culinária. Adjetivação e figuras de estilo. Como escrever uma receita para um site ou conseguir a publicação numa revista ou num livro.

Método de ensino

Online (Plataforma Zoom).

Quando

Datas: 22 de fevereiro a 10 de março (segunda e quartas-feiras).

Horário: 18.30 às 20.30.

Duração total: 12 horas.

Preço

Pack Standard (Oficina 12h): 100 €

Pack Gold (Oficina 12h + Livro Isto Não É Um Livro de Receitas*): 118,50 €

Pack Premium (Oficina 12h + Livro Semear Sabor, Colher Memórias*): 125 €

*Portes gratuitos para Portugal Continental. Fora de Portugal Continental: a definir consoante o destino.

Promoções em vigor válidas apenas para a modalidade «Standard».

Inscrições

O Workshop está esgotado. Subscreva a nossa newsletter para estar a par de todas as novidades.

O livro Isto Não É Um Livro de Receitas

Isto Não É Um Livro de Receitas

Susana Felicidade, Rui Paula, José Avillez, Henrique Sá Pessoa, Marlene Vieira, Vítor Sobral e tantos outros chefs levam-nos até ao fascinante mundo da gastronomia que se pratica em Portugal, revelando as suas técnicas, preferências e rivalidades.

Através de conversas com os chefs, Nelson Nunes dá-nos a conhecer as suas carreiras – o momento da descoberta, a  aprendizagem, os mentores, os grandes êxitos – e revela tudo o que pensam sobre a alta cozinha e de como alcançar – e manter – uma estrela Michelin.

Livro prefaciado pelo especialista desta Oficina.

O livro Semear Sabor, Colher Memórias

Semear Sabor, Colher Memórias

Em 2015, a chef Justa Nobre e a gastrónoma Fátima Moura viajaram até ao frio da Noruega para conhecer melhor a história da maior referência da nossa gastronomia, o bacalhau. Encontraram as raízes de muitos dos pratos que há anos são apreciados pelas famílias portuguesas. Daqui nasceu a ideia de investigar e saber mais sobre outros pilares da história da cozinha de Portugal.

Através das receitas mais tradicionais e de variantes modernas desses pratos, em Semear Sabor, Colher Memórias viajamos das origens nórdicas do bacalhau até às misteriosas cataplanas algarvias, assistimos ao surgimento das nossas cervejas e cervejarias, e conhecemos a tradição dos pastéis.