Categorias
Escrita Esgotado

Workshop por JOEL NETO «Escrita de Crónica»

Workshop está esgotado. Subscreva a nossa newsletter para estar a par de todas as novidades.

Joel Neto, um dos grandes cronistas portugueses (e vencedor de vários prémios) traz-nos os métodos e os mandamentos da escrita da crónica. O que busca a crónica, afinal: dizer o que pensamos ou perceber o que pensamos?

Workshop Escrita de Crónica
© Charisse Kenion | © Rui Caria

O especialista

Joel Neto (n. 1974), vencedor do Grande Prémio APE de Literatura Biográfica (pela série de diários A Vida no Campo), distinção atribuída por unanimidade do júri, é autor, entre outros, dos romances Arquipélago e Meridiano 28. Nasceu na ilha Terceira, viveu vinte anos em Lisboa e regressou aos Açores em 2012, com o intuito de se dedicar inteiramente à literatura.

Escritor e ex-jornalista, iniciou o seu percurso precisamente como cronista, ainda adolescente, no final dos anos 1980. Há 25 anos que assina colunas de diferentes géneros e graus de regularidade na imprensa portuguesa, açoriana e da diáspora, nomeadamente em publicações como Diário de Notícias, Grande Reportagem, NS’, Notícias Magazine, Evasões e O Jogo, entre outras.

Programa

1. As origens da crónica
2. O que é uma crónica (e, sobretudo, o que não é)
3. O momento da epifania
4. Convocar os fantasmas
5. O plano B
6. A construção da personagem
7. Revisão e edição
8. Os três mandamentos do cronista
9. Trabalho para casa
10. Exercícios práticos e debate
11. Anglicismos, não, por favor
12. Esqueçam tudo o que vos disse
13. As minhas crónicas
14. A longa tradição da crónica

Método de ensino

Online (plataforma Zoom).

Quando

Datas: 20 e 27 de novembro (sextas-feiras).

Horários: 18.30 às 20.30.

Duração total: 4 horas.

Preço

Pack Standard: 50 €

Pack Gold A (Workshop 4h + Livro A Vida no Campo: Os Anos da Maturidade*): 66 €

Pack Gold B (Workshop 4h + Livro Meridiano 28*): 67,50 €

Pack Premium (Workshop 4h + Livro A Vida no Campo: Os Anos da Maturidade + Livro Meridiano 28*): 82 €

*Portes gratuitos para Portugal Continental. Fora de Portugal Continental: a definir consoante o destino.

Promoções em vigor válidas apenas para a modalidade «Standard».

Inscrições

Workshop está esgotado. Subscreva a nossa newsletter para estar a par de todas as novidades.

O livro A Vida no Campo: Os Anos da Maturidade

Workshop de JOEL NETO «Escrita de Crónica»

Ao fim de vinte anos em Lisboa, o escritor Joel Neto – na companhia da mulher, a tradutora Catarina Ferreira de Almeida – decidiu regressar às suas origens, no lugar dos Dois Caminhos, freguesia da Terra Chã, ilha Terceira, com o objetivo de ali ficar por alguns anos, em busca do ambiente que necessitava para a produção de um romance.

Vencido o prazo de regresso à grande cidade, as opções eram encontrar maneira de parar o tempo ou assumir de uma vez por todas que era ali que queria viver em definitivo. Com a família canina formada, jardim e horta bem-cuidados, paisagem estonteante e vizinhos amáveis à volta, Joel e Catarina sorriem agora com melancolia e leveza ao pensar em quão serenos serão os anos da maturidade no campo.

O livro Meridiano 28

Workshop de JOEL NETO «Escrita de Crónica»

Em 1939, o mundo entrou em guerra. Foi o conflito mais mortífero da História da Humanidade. Mas, na pequena ilha açoriana do Faial, ingleses e alemães conviveram em paz durante mais três anos. Eram os loucos dos cabos telegráficos.

No mar em frente emergiam os periscópios de Hitler. Dezenas de navios britânicos eram afundados todos os meses. Já em terra, as crianças inglesas continuavam a aprender na escola alemã, dividindo as carteiras com meninos adornados de suásticas. As famílias juntavam-se para bailes e piqueniques.

Os hidroaviões da Pan Am faziam desembarcar estrelas de cinema e de música, estadistas e campeões de boxe. Recolhiam-se autógrafos. Jogava-se tennis e croquet. Dançava-se o jazz.

Viviam-se as mais arrebatadoras histórias de amor.

Um romance que vai de Lisboa a Nova Iorque, de Friburgo a Praga, de Bristol a Porto Alegre e às ilhas açorianas, onde todos são descobertos e ninguém pode ser apanhado.

Um reencontro entre dois homens de tempos distintos e que talvez tenham mais em comum do que aquilo que gostariam de acreditar. Uma memória das mulheres que amaram e talvez não tenham sabido fazê-lo.