Categorias
Escrita

Workshop por ANA LUÍSA AMARAL «Que língua fala a poesia? Diálogos poéticos e políticos em devir»



Ana Luísa Amaral é uma das maiores poetisas e autoras portuguesas. Reconhecida em Portugal e no estrangeiro, com dezenas de livros publicados, apresenta o workshop «Que língua fala a poesia? Diálogos poéticos e políticos em devir», na qual convida os participantes a ler, interpretar, explorar e viver a poesia, de diferentes períodos e países.

Workshop por ANA LUÍSA AMARAL «Que língua fala a poesia? Diálogos poéticos e políticos em devir»
© Onomatopeia

A especialista

Ana Luísa Amaral (1956) é autora de mais de três dezenas de livros, quer de poesia, quer de teatro, quer de ficção, quer infantis. As suas obras mais recentes em Portugal são What’s in a Name (poesia, Assírio & Alvim, 2017), Lenga Lenga de Lena, a Hiena (infantil, Zero a Oito, 2019) e Arder a Palavra e Outros Incêndios (ensaio, Relógio D’Água, 2017, vencedor do Prémio da Associação Portuguesa de Críticos Literários). Os seus livros estão traduzidos e editados em países como Inglaterra, Brasil, França, Espanha, Suécia, Itália, Holanda, Colômbia, Venezuela, México, Alemanha ou Estados Unidos da América.  Traduziu diferentes autores, como Emily Dickinson, William Shakespeare, John Updike ou Louise Glück. Obteve várias distinções e prémios ao longo da sua carreira.

Descritivo

Neste workshop em duas sessões discutir-se-á a língua da poesia como uma língua sempre estrangeira, e todavia comum. Partindo de poemas escritos por poetas de diferentes nacionalidades e períodos, desde o período medieval (por exemplo, Beatrice de Die ou João Roiz de Castello Branco) até aos nossos dias (por exemplo, Louise Glück ou Sophia de Mello Breyner), mostrar-se-á como a poesia, ao falar de amor, de solidão, de injustiça, do quotidiano, de política, ou de si mesma, sempre falou, afinal, em língua para lá da nacional, do mundo que é de tod@s.

Metodologia

Serão fornecidos previamente aos participantes poemas vários que deverão ser discutidos e comentados em cada uma das sessões deste workshop.

Método de ensino

Online (Plataforma Zoom).

Quando

Datas: 8 e 15 de abril (quintas-feiras).

Horário: 18.30 às 20.30.

Duração total: 4 horas.

Preço

Pack Standard (Workshop 4h): 45 €

Pack Gold A (Workshop 4h + Livro Arder a Palavra*): 63 €

Pack Gold B (Workshop 4h + Livro Vozes*): 59 €

Pack Premium (Workshop 4h + Livros Arder a Palavra + Vozes*): 77 €

*Portes gratuitos para Portugal Continental. Fora de Portugal Continental: a definir consoante o destino.

Caso já tenha participado em alguma ação do Eu Aprendo em Casa, tem direito a um desconto de 5% na modalidade «Standard».

Promoções em vigor válidas apenas para a modalidade «Standard».

Inscrições

As inscrições terminam a 7 de abril.

O livro Arder a Palavra

«Neste primeiro grupo de ensaios, não irei tanto oferecer respostas quanto levantar hipóteses e questões que se prendem com a os estudos feministas e a teoria queer, as relações entre género, sexo e sexualidades e conceitos como o corpo e a construção (e des-construção) de identidades. O que me interessa é tentar entender como estas novas problematizações relativas à questão das identidades e do corpo são produtivas do ponto de vista literário, particularmente no que se refere ao fenómeno poético. São dois os problemas que aqui enunciarei: até que ponto podemos falar de uma identidade de mulher no texto poético; não será o poético (no sentido lato do termo) o espaço privilegiado para discutir a não existência de uma identidade estável e, portanto, a metamorfose, sempre? Para desenvolver estas ideias, necessito, porém, de falar um pouco da evolução (e con­vi­vên­cia hoje) de feminismos e da teoria queer, que se constituem numa relação crítica com uma série de novas formações e novas molduras sociais e culturais.»

Em «Dos Estudos Feministas à Teoria Queer: Algumas Reflexões»

O livro Vozes

Formulário de inscrição



Dados de faturação