Categorias
Escrita

Workshop por CARLA MAIA DE ALMEIDA «Literatura Infantojuvenil e Sociedade – A qualidade e autoria nos livros para os mais novos»

O workshop está esgotado. Subscreva a nossa newsletter para estar a par de todas as novidades.

O percurso já longo da Literatura para a Infância e Juventude (LIJ) escreve-se paredes-meias com a História da sociedade e da civilização. Carla Maia de Almeida explora a evolução da LIJ e reflete sobre as tendências contemporâneas.

Workshop por CARLA MAIA DE ALMEIDA «Literatura Infantojuvenil e Sociedade – A qualidade e autoria nos livros para os mais novos»
© Paulo Sousa Coelho

A especialista

Carla Maia de Almeida formou-se em Comunicação Social na Universidade Nova de Lisboa. Foi jornalista de imprensa durante 25 anos, sempre nas áreas de cultura e sociedade. Tem uma pós-graduação em Livro Infantil pela Universidade Católica Portuguesa. Entre 2008 e 2017 assinou a secção «Leituras Miúdas» da revista LER. A par do jornalismo, traduziu mais de cinquenta títulos na área infantojuvenil e conduziu formações em bibliotecas (na era pré-Covid). Escreveu catorze livros para os mais novos, entre contos, picture books, biografias, livros informativos e a novela juvenil Irmão Lobo. É autora do livro-reportagem Em Nome da Filha – Retratos de Violência na Intimidade. Foi traduzida em espanhol, alemão, italiano e outras línguas. Nasceu em Matosinhos, no tempo em que era costume nascer em casa.

Descritivo

O percurso já longo da Literatura para a Infância e Juventude (LIJ) escreve-se paredes-meias com a História da sociedade e da civilização. Neste workshop por Carla Maia de Almeida, reconhecida autora e formadora na área da LIJ, pretende-se pretende-se explorar a evolução da LIJ e refletir sobre as tendências contemporâneas, numa altura em que o mundo se tornou imprevisível e radicalmente interessante.

Programa

1.ª sessão: Ideologia e valores

Os livros para os mais novos refletem, no seu pior, uma visão maniqueísta da sociedade. O moralismo, o didatismo, o patriotismo e outros «ismos» continuam presentes na LIJ. No entanto, a par de livros infantis que aconselham o porte de armas, há um outro mundo mais vasto, mais criativo e mais comprometido com a vida e a liberdade.

2.ª sessão: Géneros e formatos

A LIJ não é um género, antes um campo do sistema literário onde cabem vários géneros: dos clássicos (narrativo, dramático e lírico) aos de mais difícil classificação. Pop-ups, picture books, novelty books, livro-objeto, livro de conceitos… A atual diversidade de géneros e formatos coloca-nos perante a espinhosa tarefa de organizar a casa, mas a recompensa é enorme.

3.ª sessão: Legitimação

Emancipada da sua função didática, a LIJ ainda é vista como «coisa de crianças», refletindo a tentação do paternalismo. Quem visitou as feiras do livro de Bolonha ou Guadalajara poderá rir-se deste preconceito. Aqui falaremos de prémios, feiras e festivais, crítica literária, mediação leitora, investigação académica e tudo o que contribui para a imprescindível legitimação da LIJ.

4.ª sessão: Outras artes

Os avós deixaram de contar histórias à lareira, mas os contos tradicionais e/ou de fadas estão vivíssimos. Reinventaram-se no cinema, nas séries de TV, na publicidade e noutras formas narrativas. De Paula Rego aos Metallica, passando pelo Porta dos Fundos, há muitas «intertextualidades» a descobrir.

5.ª sessão: Grandes autores

O que pensam e o que escrevem sobre a sua arte e o seu processo criativo alguns grandes autores da LIJ? Por exemplo, Philip Pullman (Mundos Paralelos) ou Neil Gaiman (A Estranha Vida de Nobody Owens). Independentemente do tamanho dos leitores, a regra é sempre a mesma: há que aprender com os melhores.    

6.ª sessão: Bons livros

Embora a sinceridade não se aprenda num workshop, adotar o ponto de vista da criança ou do adolescente faz parte da voz de um escritor de LIJ. Eis o que têm em comum Onde Vivem os Monstros, de Maurice Sendak, e O Ódio que Semeias, de Angie Thomas. Apenas dois exemplos entre muitos. Em jeito de conclusão, vamos construir uma lista de títulos que devem constar de um PPL (Plano Pessoal de Leitura) adaptado a cada leitor.

Método de ensino

Online (Plataforma Zoom).

Quando

Datas: 6 a 22 de abril (terças e quintas-feiras).

Horário: 18.30 às 20.30.

Duração total: 12 horas.

Preço

Preços especiais de lançamento
  • Pack Standard (Workshop 12h): 85 €
  • Pack Gold A (Workshop 12h + Livro Amores de Família*): 95 €
  • Pack Gold B (Workshop 12h + Livro Ana de Castro Osório*): 95 €
  • Pack Premium (Workshop 12h + Livros Amores de Família + Ana de Castro Osório*): 105 €

*Portes gratuitos para Portugal Continental. Fora de Portugal Continental: a definir consoante o destino.

Caso já tenha participado em alguma ação do Eu Aprendo em Casa, tem direito a um desconto de 5% na modalidade «Standard».

Promoções em vigor válidas apenas para a modalidade «Standard».

Inscrições

O workshop está esgotado. Subscreva a nossa newsletter para estar a par de todas as novidades.

O livro Amores de Família

Das famílias tradicionais às recompostas, das monoparentais às
adotivas, sem excluir famílias com pais do mesmo sexo, as famílias
deste livro apresentam-se nos cenários do seu dia a dia, em vários
lugares do mundo. Cruzando também perfis psicológicos, inspiram-
se na antiga mitologia greco-latina, porque nada mais heterogéneo
nem mais arquetípico do que as relações familiares do Olimpo.
Recomendado pelo PNL, na área de Apoio a Projetos/Educação para
a Cidadania (do 3.º ao 6.º ano), Amores de Família vai ao encontro
do projeto de Introdução à Cultura e Línguas Clássicas em todos os
ciclos do Ensino Básico, explorando dois tópicos recomendados: a
mitologia grego-latina e os seus deuses e heróis.

O livro Ana de Castro Osório

Escritora, editora, jornalista, ensaísta, pedagoga, feminista,
maçónica e republicana, tudo isso e mais foi Ana de Castro Osório.
Ao longo de quase quarenta anos de escrita ininterrupta, abordou
muitos temas, desde a igualdade no divórcio até ao serviço militar
obrigatório para as mulheres, passando pelo direito das mães
amamentarem os filhos. Ao mesmo tempo, assumiu a publicação
de obras inéditas da literatura para crianças e lutou para fomentar o
gosto pela leitura durante a instrução primária. Em 1920, organizou
e reuniu os poemas de Camilo Pessanha e publicou-os na Editora
Lusitânia, por si fundada. Escrita a pensar nos mais novos, a
biografia de Ana de Castro Osório é recomendada pelo PNL, na área
de Apoio a Projetos/História de Portugal (do 3.º ao 6.º ano).