Categorias
Esgotado Música

Workshop por CARLOS TÊ «Letras de Músicas: A Viagem das Canções»

O Workshop está esgotado. Subscreva a nossa newsletter para estar a par de todas as novidades.

Da história da canção popular aos meandros da escrita das canções, este é um workshop imperdível sobre a palavra na canção e o carril musical que a palavra toma, às vezes sem se perceber como. Uma viagem conduzida por Carlos Tê, um dos maiores letristas portugueses.

© Luís Monteiro

O especialista

Carlos Tê nasceu no Porto em 1955. Licenciado em Filosofia na UP, tem repartido o seu trabalho entre poesia (os livros Penso Sujo e Cimo da Vila, colaboração nas revistas Avatar, Quebra-Noz e Pé-de-Cabra), crónica (jornais Público, Expresso e O Jogo); romance (O Voo Melancólico do Melro), teatro (Cabeças no Ar, Amor Solúvel, Missa do Galo, Fio de Jogo, Cânticos de Barbearia, o livro Três Peças em Volta de Canções e um Monólogo sobre Futebol), e canção. Como letrista, destacou-se em álbuns de Rui Veloso, Jafumega, Clã, Cabeças no Ar, Canto Nono com José Mário Branco, Estrada Branca com Mônica Salmaso e José Pedro Gil.

Descritivo

Precisamos de cantar para fora de nós, seja no palco, no chuveiro, à volta da fogueira, mas para isso também temos de cantar dentro de nós. Não sabemos o que nasceu primeiro, se o canto – uma presumível imitação dos pássaros – ou a palavra. O que interessa é que ambos formam uma aliança antiquíssima – a canção. É da palavra na canção que falaremos, mas também do carril musical que a palavra toma, às vezes sem perceber como.

Programa

1. Breve análise à história da canção popular, origens, viagens, encontros, mestiçagens, a expansão da canção com o advento das novas tecnologias e dos meios de comunicação social, nomeadamente a rádio e reprodução mecânica do vinil, a sua importância crescente na história da cultura popular do século XX, o seu papel na consciência coletiva moderna, o seu auge e perda progressiva de importância com o triunfo do digital que, ao aumentar o seu raio no streaming, a banalizou e enfraqueceu.

2. O texto na canção, o modo como ele se move na hierarquia que muitos dizem existir na canção, a complementaridade entre letra e música, os vários caminhos até se chegar à peça inteiriça, na qual já não se sabe o que nasceu primeiro, a relação delicada entre compositores e cantores, o risco da canção se perder – ou se potencializar – no processo de produção. A vantagem de ser compositor e cantor, a inferioridade do letrista passivo, a recorrente menorização da letra face a outros géneros literários.

3. Análise de algumas canções e de como os autores escolhem os assuntos, ou são escolhidos por eles, porque estão antenados ao seu tempo e respondem a estímulos em redor, à imagem dos criadores de outras áreas. Como a realidade do autor se alimenta acidentalmente de narrativas paralelas, o cinema, a literatura, a poesia, os jornais, sem esquecer as canções que o autor ouve, que determinam a sua filiação, já que ninguém compõe sem estar enraizado numa tradição. A importância do humor na canção, a sua descendência das cantigas de escárnio e maldizer.

4. A questão do Eu lírico, o ponto de vista da canção, a voz autoral, o mistério da formação dessa voz sem que, a maior parte das vezes, o autor se dê conta, já que não é um processo consciente mas dependente da relação que mantém com a música e com a palavra, porque a palavra também é música, dado o seu ritmo intrínseco, ao passo que música não contém a palavra em si, é um formulário melódico à espera de ser preenchido por um sentido qualquer. A métrica regulada do fado, o modo como alguns compositores anteciparam géneros que ganhariam relevo contemporâneo, como o hip-hop e o rap.

Método de ensino

Online (Plataforma Zoom).

Quando

Datas: 17 de março a 7 de abril (quartas-feiras).

Horário: 18.30 às 20.30.

Duração total: 8 horas.

Preço

Pack Standard (Workshop 8h): 100 €

Pack Silver (Workshop 8h + Livro Três Peças em Volta de Canções e um Monólogo sobre Futebol com uma Canção*): 112 €

*Portes gratuitos para Portugal Continental. Fora de Portugal Continental: a definir consoante o destino.

Promoções em vigor válidas apenas para a modalidade «Standard».

Inscrições

O Workshop está esgotado. Subscreva a nossa newsletter para estar a par de todas as novidades.

O livro Três Peças em Volta de Canções e um Monólogo sobre Futebol com uma Canção

Quatro magníficos textos dramáticos de distinto âmbito mas com cenário comum: a intemporal reflexão sobre a condição humana:
Amor Solúvel — As inúmeras conceções de amor e as teorias envolventes discutidas num muito atual talk show, de modelo interativo com a plateia e com público virtual. Uma terapia catártica. Missa do Galo — «Espaço em arena, ágora ou praça, onde as personagens se encontram em assembleia seguindo livremente os passos litúrgicos de uma missa do galo. Os figurinos refletem um tempo indeterminado, as personagens são uma mescla de rústicos da Idade Média e burgueses modernos.»

Fio de Jogo — A magia e a paixão futebolística expressas por intervenientes tão diferentes como o jogador, em final de carreira, o comentador desportivo, o mister/treinador e o relatador de rádio. Um ator e quatro personagens tentam explicar o inexplicável.

Cabeças no Ar — Uma escola problemática da periferia da grande cidade, a adolescência e o tempo das dúvidas e do primeiro amor, o «eterno» professor de Português. E um jardineiro…